Síndrome do sapo fervido PDF Imprimir E-mail

A síndrome do Sapo Fervido

 

Vários estudos biológicos provam que um sapo colocado num recipiente, com a mesma água de sua lagoa, fica estático durante todo o tempo que aquecemos a água, até que ferva.

O sapo não reage ao gradual aumento da temperatura, mudanças do ambiente; e morre quando a água ferve. Inchadinho e feliz.

Por outro lado, outro sapo que seja jogado neste recipiente já com a água fervendo salta imediatamente para fora. Meio chamuscado, porém vivo!

Muitos de nós temos comportamento similar ao do SAPO FERVIDO.

Não percebem as mudanças, acham que está tudo bem, que vai passar, que é só dar um tempo!

E quebram ou fazem um grande estrago em suas empresas, morrendo inchadinhos e felizes, sem terem percebido as mudanças.

Outros, graças a Deus, aos serem confrontados com as transformações, pulam, saltam; em ações que representam, na metáfora, as mudanças necessárias.

 ·         Quando o ritmo de mudança dentro da empresa é ultrapassado  pelo ritmo fora dela, o fim esta próximo.

 ·         Não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente, é o que melhor se adapta à mudança.

 ·         Nada é permanente, exceto a mudança.

  

Muitas pessoas têm medo das mudanças.

Odiferencialconcursos tem medo de que as coisas nunca mudem.



 
Joomla Templates by Joomlashack